terça-feira, 29 de julho de 2008

lugares

Tem uns prédios que assustam a gente. São grandes e parecem que estão mandando em nós! Eu não gosto não! Tenho vontade de gritar e tacar pedra nos prédios. Até igreja me dá essas coisas às vezes. Deus que me perdoe!

Tem lugar que é de ninguém. Ninguém mesmo: você pode fazer o que quiser com ele que ninguém vai reclamar. Sabe a Sé? Então. É tão de ninguém que mesmo se você tentar pegar pra você, tomar conta ou fazer de lá o seu espaço, ela te engole e você vira ninguém.

Outros lugares fingem que são de ninguém. Aqueles terrenões, tudo criando mato e rato, e ninguém pra cuidar. Agora, vai você entrar lá pra ver se o dono não aparece!

E tem lugar que quase não é lugar. Túnel de metrô, vão livre de prédio, patrimônio histórico, canteiro de avenida, repartição pública... é só caminho ou endereço, mas dá aquela sensação de oco de gente e sentido.

Às vezes tem corredores, escadas, frente de loja, calçada de boteco que ficam convidando a gente. Mas aí é convite mesmo, é mais educado.

Um comentário:

Pritty disse...

Adorei a nova roupagem do blog...
e tem mais amei essa foto dessa garotinha na capa...
Parece que nasceu de mim... igualzinha!!!!
Beijos de luito sucesso ... amo vcs!!!
Pritty